Carro: um perdulário de espaço

Este post em um infográfico (clique para ampliar).

Diante da choradeira dos paulistanos por por causa das novas faixas de ônibus (como se elas – e não os próprios automóveis – é que fossem as responsáveis pelos congestionamentos), aqui vão uns cálculos rápidos.

Congestionamento é falta de espaço. Esta é uma tentativa de comparar quanto um passageiro paga pelo uso do metro quadrado de rua quando utiliza carro e ônibus. Conclusão: o passageiro de ônibus paga pelo menos 3,6 vezes mais que o passageiro de automóvel pela utilização do mesmo espaço público das vias.

Um automóvel tem aproximadamente 4,00 m por 1,80. Adicione-se espaçamentos de, digamos, um metro na frente e atrás e meio metro nas laterais, então um automóvel ocupa uma área de (6,00x2,80) 16,8 m2 no trânsito. As estimativas sobre a lotação média de automóveis na cidade variam de 1,2 a 1,4 pessoas/carro. Usemos o número mais favorável aos carros; 1,4 (fonte). Logo, uma pessoa ocupa (16,8/1,4) 12 m2 de rua enquanto está se locomovendo dentro de um carro.

Segundo este estudo, da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), em 2009 o custo de uma viagem de 7 km de automóvel era de R$ 5,25 para carros a gasolina e R$ 5,10 para os a álcool. Vamos usar aqui um valor médio: R$ 5,18 (os valores estão desatualizados, mas o que nos interessa é a comparação e não os números absolutos).

Então concluímos que o custo médio de uso do metro quadrado de rua para uma pessoa que está se locomovendo em um automóvel é de (5,18/12) R$0,43.

Um ônibus convencional tem em média 14,00 m por 2,50. Adicionemos o mesmos espaçamentos, então concluímos que ele ocupa (16,00x3,50) 56 m2. Não encontrei dados sobre a lotação média dos ônibus, apenas a máxima: 75 pessoas (fonte). Sabemos que o sistema opera perto da sua capacidade máxima, portanto a média deve ser próxima deste valor, mas neste cálculo vamos adotar uma média conservadora de 40 pessoas, isto é, todo mundo sentado com algumas poltronas vagas. Isto significa que a área de rua por passageiro seria de (56/40) 1,4 m2. Segundo o mesmo estudo do FNE, a mesma viagem de 7 km de ônibus custava R$2,20 em 2009. Portanto, o custo de utilização do metro quadrado de rua para alguém que está se locomovendo de ônibus é de (2,20/1,4) R$1,57.

Ou seja, o usuário de ônibus paga (1,57/0,43) 3,65 vezes mais caro que o motorista para usar a mesma área de rua.

Atualização: Segundo esta reportagem, o padrão adotado por engenheiros de tráfego é considerar que o espaço de um ônibus é igual ao de 2 carros e a lotação média do ônibus é de 71,5 pessoas. No meu cálculo, considerei que no espaço de um ônibus cabem 3,3 carros e a lotação média é de 40 pessoas. Se adotarmos os números da reportagem, em vez do resultado final de 3,6, teríamos (3,33/2)*(71,5/40)*3,6= 10,7. Ou seja, um passageiro de ônibus paga 10,7 vezes mais pela utilização da rua!

Arquivos anexados: 
Blog tags: 
Compartilhe: 

Comentários